CENTRO DE UMBANDA AS

 CABOCLO OXÓSSI CAÇADOR

 

 Fé - Amor - Caridade

.

 PONTOS CANTADOS -  XANGÔ

.

 

 

 

 

 

 

Baixe a versão para impressão: Clique aqui!

 

  X a n g ô 

 

 Kaô, Kabecilê, Xangô!

Para fazer o download do áudio clique no símbolo no player!

 Chamada

1

Iluminou, iluminou, iluminou,

Iluminou a Aruanda iluminou.

 

Toda florida, com flores coloridas,

Todos cantam a chegada de Xangô,

 

Iluminou.

2

Da pedreira de Pai Xangô,

Trazendo bençãos pro meu Congá,

 

Terra de Umbanda foi quem me chamou,

Fazer o bem em nome de Oxalá! (2x)

3

Xangô Kaô
Deixa essa pedreira ai.(2x)

Se o congá está lhe chamando,
Deixa essa pedreira ai. (2x)

 

 

 Trabalho

4

Xangô morava nas pedreiras,
viveu escrevendo em uma pedra.

Ele escreveu a justiça,
Quem deve paga,
Quem merece recebe.(2x)

5

Machadinha do cabo de ouro,
É de ouro, é de ouro, é de ouro.
Machadinha que corta mironga
É a machadinha de Xangô.

 

6

Sua machada é pesada
É demais! (2x)

Pedi a Zambi
Que o vento não sopre mais.
Nossa Senhora da Guia
É Xangô o Nosso Pai. (2x)

7

Pedra rolou, Pai Xangô, lá na pedreira,
segura a pedra, meu pai, na cachoeira. (2x)

Tenho o meu corpo fechado,
Xangô é meu protetor.
Segura e pemba meu filho,
Pai de cabeça chegou. (2x)

8

Quem rola pedra na pedreira é Xangô. (4x).
Vibrou na coroa de Zambi. (3x)

É Xangô.
Vibrou pra saravar meu Pai Xangô.

Quem é que vem de Aruanda,
Quem é que vence demanda,
Quem é o Dono da pedra, É Xangô! (2x)

9

Ele vem de Aruanda
Ele vem trabalhar
Ele vence demanda
Ele é um grande Orixá. (2x)

Kaô, Kaô, Kaô, Kaô
A justiça chegou,
Xangô. (2x)

10

Lá em cima daquela pedreira
Tem um livro que é de Xangô. (2x)

Kaô, Kaô,
Kaô, Kabecilê! (2x)

11

Por de trás daquela serra
Tem uma linda cachoeira; (2x)


É de meu pai Xangô
Que arrebentou sete pedreiras. (2x)

12

Bate, bate no tambor,
Bate, bate pra Xangô. (2x)

Xangô é rei da justiça,
Xangô é rei da pedreira,
Xangô confirmou seus filhos,
Com água da cachoeira. (2x)

 

13

Kaô, maleme, Meu Pai Xangô! (4x)

 

Pai Xangô Lá na pedreira

Firmando nosso Congá.

 

Ajuda teu filho de fé, Oh Meu Pai,

Não deixa teu filho tombar! (2x)

14

Pedra rola da pedreira
Em cima de quem errou.
Justiça quem faz é Ele,
Porque Ele é Xangô. (2x)

Com seu leão do lado,
Com seu machado na mão,
Ele corta mironga
Pra seus filhos dar proteção.

Justiça maior
É de Meu Pai Xangô,
Justiça verdadeira,
O seu brado é tão alto
Que ecoa na pedreira.(2x)

15

Estava olhando a pedreira,

Uma pedra rolou. (2x)

Ela veio rolando, bateu em meus pés,

E se fez uma flor. (2x)

 

Quem foi que disse

Que eu não filho de Xangô? (2x)

Ele mostra a verdade,

Atira uma pedra, ela vira uma flor. (2x)

 

Toda verdade de justiça e proteção. (2x)

 

Filhos de Pai Xangô

Ninguém joga no chão. (2x)

 

Quantos lírios já plantei no meu jardim, (2x)

 

Uma Pedra atirada é um lírio pra mim. (2x)

16


Dizem que Xangô mora na pedreira
Mas não é lá sua morada verdadeira. (2x)

Xangô mora numa cidade de luz
Onde mora Santa Bárbara,

A Virgem Maria e Jesus. (2x)

17

Xangô é Rei,
É Rei lá na pedreira. (2x)

Também é Rei, Xangô,
Nas cachoeiras. (2x)

 

18

Ele bradou na aldeia,

Bradou na cachoeira

Em noite de luar.

Do alto da Pedreira

Vai fazer justiça

Pra nos ajudar. (2x)

 

Ele bradou na aldeia, Kaô, Kaô,

E aqui vai bradar, Kaô, Kaô,

Ele é Xangô da Pedreira,

Ele nasceu na cachoeira,

Lá no Juremá. (2x)

19

Quando tiver lua cheia no céu,

Vou à pedreira, Kaô Kabicilê!

Sentar nas pedras, Xangô saravar,

Sua oferenda levar. (2x)

 

Segura o ponto, Meu Pai,

Que estou com a pemba na mão.

Papai Xangô sempre em minha proteção.

 

Pai Xangô vence demanda,

Meia-noite na pedreira,

Com licença de Oxalá,

Salve o Rei da cachoeira!

20

Fui buscar um lírio branco,

Na pedreira de Xangô.

Trouxe também outras flores,

Que Meu Pai abençoou. (2x)

 

Quem gostar de lindas flores,

E ainda não achou,

 

Vá buscá-las com carinho,

Na linda primavera de Meu Pai Xangô. (2x)

21

Relampiou,

Tremeu a terra,

Meu Pai Xangô,

No alto da Serra. (2x)

 

Meu Pai Xangô,

Meu Pai Xangô,

Venha salvar

Os seus filhos aqui na terra. (2x)

22

Ele escreveu na pedra

Sua justiça leal. (2x)

 

Um Rei real,

Ele é Xangô Kaô,

Um Rei real,

Ele é um Rei é um Orixá.

23

Enquanto São Jerônimo for Xangô,

E guiar o meu destino até o fim, (2x)

 

Se um dia minha fé se acabar, Xangô,

Que role esta pedreira sobre mim. (2x)

24

Saravá Xangô,

A coroa de Zambi! (2x)

 

Hoje é dia de festa,

Já se fez toda paz,

É dia de justiça,

Xangô é quem pode mais.

25

Xangô veio das virgens matas,

Com seu bastão de prata

Vem pra nos salvar.

 

Xangô, Kaô!

Xangô no reino

É meu Senhor. (2x)

 

26

Xangô Kaô,

Ah, como é lindo o seu amanhecer. (2x)

 

Sua pedreira corre água,

Sua mata nasce flor. (2x)

 

 Despedida

27

Quem quiser ver Xangô,
Vai no Reino da Glória! (2x)

Xangô é um Santo
Que na Terra não demora. (2x)

 


 

 

.

© CUCOC | Design by Adalberto de Sousa