CENTRO DE UMBANDA

 CABOCLO OXÓSSI CAÇADOR

 

 Fé - Amor - Caridade

.

 PONTOS CANTADOS -  BOIADEIROS

.

 

 

 

 

 

 

Baixe a versão para impressão: Clique aqui!

 

 Boiadeiros

 

 Jetruê, Jetruá!

Para fazer o download do áudio clique no símbolo no player!

 Chamada

1

De lá vem vindo,
De lá vem só,
De lá vem vindo
As força maior. (2x)

De lá vem vindo, Boiadeiro,
De lá vem só,
De lá trazendo
As força maior. (2x)

2

De lá do mato,
Vem um boiadeiro, (2x)

Ele é bonito e formoso
Como um raio de Sol. (5x)

3

Oh, quem vem lá?
Sou eu! (3x)
                             (2x)

Boiadeiro eu sou!
 

Seu Boiadeiro,
Seu Boiadeiro,
Sua Boiada
É respeitada! (2x)

4

Salve Seu Terreiro,
Boiadeiro!
Salve o seu Congá! (2x)

Arreia Seu cavalo Boiadeiro
E venha trabalhar! (2x)

E, e ê...Boiadeiro...
E, e á...
Arreia Seu cavalo Boiadeiro
E venha trabalhar! (2x)

 Trabalho

5

Seu boiadeiro por aqui choveu, (2x)

Choveu que abarrotou,
Foi tanta água
Que seu Boi nadou.(2x)

Na minha boiada ainda me faltam bois,
Oi, me falta um, ou me faltam dois,
Na minha boiada me faltam bois,
Oi, me faltam dois, Ou me faltam três.
Na minha boiada me faltam bois. (2x)

6

Boiadeiro é meu,
É meu amigo leal. (2x)

Mas Boiadeiro é catimbó,
É meu amigo leal.

Boiadeiro é Catimbó
É meu amigo leal.

7

Meu nome é Tião Boiadeiro,
Toco a boiada pelo Sertão,
Na fé de Oxalá eu vou
Tocando a boiada
por esse mundão.

8

Mas ele veio pelo rio de contas,
vem caminhando por aquela rua, (2x)

Olha que beleza!
Seu boiadeiro no clarão da lua. (2x)

9

Sou Boiadeiro da serra,
Eu vim buscar minha boiada. (2x)

Na mão direita meu laço,
Na esquerda minha guiada.
Não deixo o meu boi fugir,
Eu vou cantando na estrada.

Laiá-laiá-lalauê
Lauê-lauê-lalaiá. (2x)

10

Boa noite meus senhores,
Boa noite, venham cá!
Eu me chamo boiadeiro,
Aqui e em qualquer lugar.

Boa noite Meus Senhores,
Boa noite, venham cá.
Eu me chamo boiadeiro,
Não nego meu "naturá". (2x)

11

Não toque nesse boi,
Esse boi é cruzado.
Ele é de boiadeiro
Caboclo valente de couro afiado. (2x)

Se você precisar
Boiadeiro está aqui,
Mas não toque no boi
A ponta da chibata pode te ferir.

12

Salve Boiadeiro,
Salve a Boiada,
Salve a Virgem Maria,
Salve esta morada. (2x)

Salve a luz divina,
Um Rei lá na chapada.
Salve a Santa Cruz,
Salve a Virgem Imaculada. (2x)

13

Ele é caboclo, Ele é guerreiro,
Laçador de gado bravo
Quando chega no terreiro,
Lá ele faz o seu reinado.
 

Vaqueiro lá do sertão
trabalha de noite e dia,
Chapéu de couro na mão,
É o rei da valentia.
Com seu berrante de lado,
Vai o valente vaqueiro.

14

Mandei laçar meu boi para te vender
Mas se você não me pagar,

Eu dou ele pra você   (2x)

Esse boi é meu, esse boi é meu
Você diz que é seu
Quem foi que lhe deu (2x)

Se meu boi fugir
Vou mandar buscar
Quero meu boi agora
Neste canzuá.         (2x)

15

Eh, Boiadeiro!
Eh, Boiadeiro! (2x)

Então do céu,
A voz de Deus falou. (2x)

Um cavalo, uma viola,
No céu, a Lua, muito vento,
A chuva com você,
Boiadeiro vem.

E hoje, no terreiro,
Abençoa os filhos de Umbanda.
Velho sábio, verdadeiro,
Em nome de Oxalá Nosso Senhor. (2x)

16

Ai vem Seu Boiadeiro,
Com o Seu chapéu de couro
E o seu laço na mão.

Boiadeiro é,
Meu amigo, meu irmão! (2x)

Boiadeiro é um Caboclo
Que nasceu lá no sertão,
Boiadeiro laça o boi,
Com amor no coração.

Boiadeiro é,
Meu amigo, meu irmão! (2x)

17

Pela estrada onde Ele anda,
Lá pra banda do sertão,
Seu laço vence demanda,
Seu chapéu a solidão.
 

Em cima do seu cavalo
Vai tocando sua boiada,
Seu berrante é forte o brado,
Rompendo o amado gado.
Ele é um vaqueiro cismado
Ele é seu boiadeiro.

 

Eh, Boiadeiro!

Eh, Boiadeiro!

18

Cadê Seu Boiadeiro,
Aonde ele ta?
Ele ta fechando o corpo
Para trabalhar. (2x)

Tange muito gado,
Cura muita gente,
Ele é ( . . . )
Que cabra valente!

19

Água no pé da gruta,
Na gruta da Santa Cruz.
Seu Boiadeiro é hora, é hora,
Sua guiada é de Jesus.

20

Abalei minha roseira

Para tirar do caminho. (2x)

 

Na aldeia de Boiadeiro,

Não se pisa em espinho. (2x)

21

O meu sertão é alto, Arueira!
Eu avisto o mar, Arueira!
E seu Boiadeiro, Arueira!
Filho de Gangazumbá, Arueira! (2x)

O meu sertão é alto, Arueira!
Eu avisto o mar, Arueira!
Ele é Boiadeiro, Arueira!
Filho de Gangazumbá, Arueira!

O meu sertão é alto, Arueira!
De gangazumbá!
E Seu Tião Boiadeiro, Arueira!
Filho de Gangazumbá, Arueira!

22

Cadê minha corda
De laçar meu boi.
O meu boi fugiu
E eu não sei ande foi. (2x)

Abre a cerca peste,
que eu quero passar,
Quero ver meu gado,
Aonde ele está! (2x)

Getruê, Getruá,
A minha corda é de laçar
Getruê, Getruá,
Aonde for eu vou buscar. (2x)

23

Ai, patrão mas eu também sei carrear, (2x)

Com ajuda de boi preto,
Outra ajuda de Boi Tatá,
Boto canga no boi preto
e vou puxar canavial.

24

Eu tenho o meu chapéu de couro,

Eu tenho a minha guiada.

Eu tenho meu lenço vermelho,

Para tocar minha vaquejada. (2x)

 

25

Boiadeiro jogue o laço,

Não deixe o boi escapar.

Este laço tem mironga,

esse boi não vai quebrar. (2x)

 

Boiadeiro tem mironga! (4x)

Boiadeiro tem mironga! (4x)

 

Com o meu punhal de prata,

Risquei meu ponto no chão.

Para pegar touro bravo,

Tenho uma oração. (2x)

 

Boiadeiro tem mironga! (4x)

Boiadeiro tem mironga! (4x)

26

Vem, Boiadeiro, vem,

Gira o seu laço na mão. (2x)

 

Seu boiadeiro,

Toca boi, toca boiada,

De dia, de madrugada,

Ele é o Rei lá do sertão.

 

Chapéu de couro,

Ele toca seu berrante.

Ele faz sua zuada

Nas bandas do chapadão.

 

Seu Boiadeiro...

 

27

Pedrinha miudinha,

Pedrinha na Aruanda ê.

Lajedo tão grande,

Tão grande na Aruanda, ê. (2x)

 

O lajedo é muito grande

Tem pedrinha miúda,

De pedrinha miúda

Ou de pedrinha graúda. (2x)

 

 Despedida

28

Boiadeiro vai embora,
Pro sertão tocar boiada.
Boiadeiro vai embora,
Laça o boi e pega a estrada.

 

29

É hora, é hora,
O galo cantou,
É hora, é hora. (2x)

Seu Boiadeiro já vai embora,
Com Deus e Nossa Senhora.
(2x)

 

 

.

© CUCOC | Design by Adalberto de Sousa